Diego revela visita ao Ninho antes de jogo contra o Emelec: “Precisava abraçar meus companheiros”

há 25 dias Por: Peter Jordan

O Flamengo entra em campo nesta quarta-feira (21), diante do Internacional, em partida válida pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa Conmebol Libertadores. Na fase anterior, nas oitavas, o Rubro-Negro saiu derrotado no primeiro jogo, no Equador, por 2 a 0, contra o Emelec. Camisa 10 do time, Diego Ribas saiu lesionado e deve retornar aos gramados apenas em 2020. Porém, no segundo e decisivo confronto diante dos equatorianos, ele se fez presente.

Diego Ribas fraturou o tornozelo esquerdo e passou por cirurgia. Uma das regras que os médicos do Flamengo passaram ao meia, é que ficasse em repouso completo na sua residência, não podendo sair da mesma. O camisa 10, no entanto, não se conteve. Ele revelou, em entrevista à FlaTV, canal oficial do clube no Youtube, que pediu ao Dr. Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Rubro-Negro, que fosse dar apoio aos companheiros de equipe antes do duelo diante do Emelec. Tannure montou uma logística e levou o atleta ao Centro de Treinamento do Ninho do Urubu.

— Foi a única forma que encontrei de estar junto com a equipe. Eu conversei com o doutor Tannure e disse para conseguirmos dar um jeito, pois eu precisava dar um abraço nos meus companheiros. A partir desse momento, eles montaram toda uma logística para dar tudo certo e não atrapalhar. Isso foi importante para mim. Eu acredito que para eles também tenha sido -, contou o meia.

A partida contra o Emelec, no Maracanã lotado, foi bastante emocionante. O Flamengo devolveu os 2 a 0 e levou a disputa para os pênaltis. Diego Alves brilhou, e o Rubro-Negro se classificou às quartas de final. O adversário agora é o Internacional. O primeiro duelo acontece nesta quarta-feira (21), no estádio Jornalista Mário Filho, às 21h30 (horário de Brasília), e o segundo no dia 28 (quarta que vem), no Beira Rio, em Porto Alegre.